Flores e acerolas



Você saiu pela janela e abri a porta para te procurar. 
Foi quando encontrei um quintal, fora desse coração.
Descobri um bucado de ilusão e mentiras, do antigo mausoléu.
Sentei na grama e respirei. Esperando folego e vida.
Me tiraram pra dançar, me levaram pra caminhar.
Achei flores e acerolas em uma alameda, e um lindo sorriso loiro.

3 comentários:

  1. Quero ver um sorriso, um lindo sorriso teu e muita força sim?

    http://bllmaescritadeumcoracaoviajante.blogspot.pt/
    Espero a tua opinião,
    Pensando com Arte.

    ResponderExcluir
  2. Blog fantástico, é para mim um privilégio poder ler as suas palavras, de certo que mais vezes virei aqui, no entanto agora vim para encontrar novos amigos e ao mesmo tempo divulgar meu blog.
    Quero apresentar o Peregrino E Servo. Gostava que visse meu blog e desejar fazer parte dos meus amigos virtuais esteja à vontade, mas faça-o apenas se desejar.
    Muitas felicidades e saúde.
    Sou António Batalha.

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo o texto. Muito! Sem palavras
    Ah, encontrei seu cantinho por acaso. Aparece no meu quando puder: arquivodaminhalma.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Textos com autoria de Carolina Rosseto. Se copiar, copia a autoria.
Layout base por Difluir e modificado por Isabella Ramos